Um alô novo

Olá, pessoal!

Sou nova aqui e no primeiro post vou contar um pouco sobre mim! Sou a nova contribuidora do blog, junto à criadora. Meu nome é Mariana, mas provavelmente vocês verão apenas Mari nas postagens, se quiserem, prefiro que me chamem assim. Tenho 17 anos/primaveras, moro em uma cidadezinha de Minas Gerais e estou no terceiro e último ano do Ensino Médio em uma escola da rede pública estadual.

Informações irrelevantes mas úteis para nos conhecermos:

  • Meu aniversário é dia 19/07/1999;
  • Sou canceriana (para quem acreditar);
  • Minha cor preferida é azul;
  • Minha comida favorita é pão de queijo e coxinha;
  • Não gosto de lasanha, strogonoff e morango;
  • Minha fruta preferida é laranja;
  • Gosto do frio das montanhas de Minas; ❤
  • Amo Coldplay.

                Bom, essas informações fúteis foram só pra gente se aproximar. Algumas das informações da introdução foram necessárias para explicar um pouco de quem eu sou. Como já disse, estudei minha vida toda em escola pública e isso é um dos fatores que mais me moldaram para que ser quem eu sou hoje. Desde o fim do fundamental I, comecei a me interessar por atividades extracurriculares, como por exemplo, olimpíadas  científicas, porém, eu ainda não possuía idade nem série mínima para participar. Para iniciar o fundamental II, mudei para uma escola que oferecesse esse tipo de ensino, em 2011.

               Na bagunça de novos hábitos, pessoas e realidades, meu interesse pelas olimpíadas caiu no esquecimento e pela falta de incentivo e de conhecimento que as oportunidades existiam, passei meu ensino fundamental II no ensino convencional e no fim dele, focada em vestibulares e provas externas.

                As férias de 2014 para 2015 foram cheias de reflexão sobre a nova fase que iria se iniciar em minha vida: O ENSINO MÉDIO. A minha única conclusão foi que eu não gostava e não queria me adaptar ao sistema de ensino da minha escola, do meu país e que não deveria me acomodar com a qualidade (o a falta dela) no ensino. Levada pela única preocupação dos alunos da minha sala ao entrarem no ensino médio, me rendi e passei meu primeiro ano focada em um vestibular seriado. Logo no fim do ano, após uma sobrecarga de um ano cheio de stress, meu corpo e meu psicológico não aguentaram e eu me vi em uma cama de hospital, porque simplesmente meu corpo disse: NÃO.DÁ.MAIS.

                Isso pra mim foi o turning point para que eu tivesse certeza que eu não deveria e nem queria me adequar a um sistema em que eu não acredito e não me encaixo. Foi então que descobri um mundo cheio de oportunidades fora da escola. Descobri que as oportunidades existiam e que elas eram possíveis para minha realidade também, independente do contexto da minha escola. Foi aí que me engajei em diversos programas sociais e descobri minhas paixões! Coisas que me fizeram crescer e me moldaram como pessoa.

                Hoje, no terceiro ano, vejo que não foi nada fácil conquistar certas coisas por conta da falta de apoio, mas sei também que as dificuldades foram essenciais para que eu me tornasse forte e não desistisse de coisas que surgiriam futuramente.

                Espero poder compartilhar todas essas oportunidades incríveis com vocês no decorrer das minhas postagens, para que vocês, assim como eu, também sejam moldados por experiências incríveis!

See you soon,

Mari

Anúncios

8 comentários sobre “Um alô novo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s