Igualdade de gêneros: o começo de um novo fim

image

A desigualdade de gêneros configura-se como um tema presente desde o surgimento do homem moderno e principalmente a partir da divisão sexual do trabalho, conhecida como arco e cesto. Nesse sentido, é correto afirmar o quanto a mulher sofreu com a discriminação e a violência, sendo, mesmo na Grécia, dita democrática, excluída da população com direito ao voto, o qual só foi concedido com o início da Era Vargas.

Antes de 1970, a mulher era vista como “sexo frágil”e submissa ao homem, conceito que mudou ao longo dos anos, quando o Brasil entrou na terceira fase da transição demográfica, caracterizada pela inserção da mulher no mercado de trabalho e pela redução das taxas de fecundidade. Entretanto, em alguns lugares esse conceito ainda é de notável influência, particularmente em países subdesenvolvidos como o Paquistão, onde as meninas são proibidas pelos talibãs de frequentarem escola. Nessa conjuntura, percebe-se que a luta por direitos iguais ainda está longe de acabar, mas ativistas como Malala Yousafzai são exemplos vivos de que com esforço é possível superar as barreiras do gênero.

Além disso, mesmo na antiguidade ainda existem exemplos notórios de mulheres que ficarão para sempre na história da humanidade, tais como a Hipácia de Alexandria, primeira mulher matemática e uma das principais filósofas da Antiguidade, e Marie Curie, a primeira mulher do mundo a ganhar um prêmio Nobel.

Porém, mesmo com tantas realizações femininas nas mais diversas áreas, é comum o uso de restrições sociais, tanto para mulheres quanto para homens, no que se refere à certos tipos de comportamentos ou atividades praticadas, a exemplo da brincadeira de boneca, usualmente restrita às meninas, e o jogo de futebol, normalmente praticados por meninos. Ainda convém lembrar que em países como a Austrália e a Dinamarca não há restrições de jogos ou brincadeiras por serem consideradas inadequadas ao seu gênero. Já no Brasil, considerado o país dos jogos, não há tanto espaço feminino na mídia em relação ao masculino.

Um dos principais motivos pelo qual o pensamento machista da sociedade foi consolidado por tanto tempo deu-se pelas concepções aristotélicas, diferentemente dos ideais de seu mestre, Platão, de que a mulher seria um homem incompleto, cabendo à ela somente a função de abrigar e dar à luz ao fruto que vinha do homem, perspectivas estas aceitas e propagadas durante toda a Idade Média.

Felizmente, no mundo moderno esse pensamento está perdendo força e novas percepções estão sendo introduzidas com o objetivo de promover a igualdade entre os gêneros. Tanto as mulheres quanto os homens possuem um papel fundamental no que tange ao equilíbrio da sociedade. É importante ressaltar que todos nós somos diferentes, mas são essas características que nos tornam tão únicos e especiais e, quando usadas da maneira correta, as divergências ( sejam sociais, políticas, religiosas ou ideológicas) podem levar à uma mudança positiva nas perspectivas divergentes, um consenso geral ou uma nova forma de ver o mundo !

Não discrimine uma pessoa baseando-se apenas em seu gênero, aparência física ou princípios ideológicos, pois quando você aprende a viver com a diversidade cultural o mundo fica bem mais divertido!

Fotos retiradas da internet

Anúncios

3 comentários sobre “Igualdade de gêneros: o começo de um novo fim

  1. Muito apropriado seu texto…Parabéns pelo tema. A Responsabilidade Social, passa impreterivelmente por um caminho, onde não se anda só. Esta trilha é longa, mas a própria natureza nos clama andar JUNTOS (homens e mulheres), e esta ação é primordial para MANUTENÇÃO da vida. Tomo a liberdade aqui também, por citar o Evangelho Lucas, onde com muita propriedade ressalto de lá, a importância de Maria(Mulher Bendita) para toda humanidade….Lucas Capítulo 1:39-50, onde constatamos o IMPORTÂNCIA IRREFUTÁVEL da atuação feminina em favor de TODA HUMANIDADE. Mais ainda, não resisti, por mencionar e deixar aqui também uma homenagem que prestamos à Malala, já que você de forma tão sublime, fez esta citação… lá vai…rsrrs em https://grupomoneybr.wordpress.com/2016/03/08/malala-voz-da-perseveranca/ Por esta razão reafirmo a importância de vozes como a sua na web. Parabéns! Estamos juntos! Fraterno Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s