Publicidade infantil

selo_nov_06

A publicidade infantil representa um dos maiores problemas da sociedade brasileira no que se refere à falta de julgamento das crianças, as quais não possuem discernimento o suficiente e podem ser facilmente persuadidas pelas campanhas publicitárias. Nesse sentido, faz-se necessário salientar os aspectos negativos de as empresas de consumo voltarem o conteúdo de suas propagandas para o público infantil.

No contexto nacional, é crescente o número dos objetos de consumo associados à personagens de desenhos animados ou filmes juvenis, em consequência da forte influência das crianças na decisão de compra dos pais. Além disso, o setor alimentício caracteriza-se como um dos mais beneficiados pela publicidade infantil, com aproximadamente 90% das crianças sendo incentivadas pelas propagandas para comprar determinados produtos. Entretanto, tal incentivo à compra de alimentos industrializados e muitas vezes nenhum pouco saudáveis pode ocasionar várias doenças relacionadas com uma alimentação imprópria, a exemplo da obesidade, a qual encontra-se cada vez mais presente no cotidiano dos pré-adolescentes.

Ademais, diversas empresas também utilizam embalagens coloridas e atrativas em seus produtos para atrair a atenção do público infantil e estimular a criança para fazê-la persuadir o pai e comprar a mercadoria . Nessa perspectiva, as propagandas publicitárias com foco na audiência infantil revelam a estrutura problemática do sistema capitalista, o qual suscita nos cidadãos uma falsa necessidade de marcas e produtos e, desde cedo, ensina as crianças a serem tanto consumistas quanto superficiais.

cover image, Born to Buy, @issue, 8/22/4

Desse modo, é perceptível a necessidade de mudanças no que diz respeito à exposição precoce das crianças na sociedade capitalista por meio das propagandas publicitárias, haja vista a distorção de valores morais ocasionada pelas campanhas e o fato de tais práticas não serem fiscalizadas por um órgão público. Assim, a elaboração de projetos de lei com o propósito de restringir a publicidade voltada para o público infantil, além da formação de unidades estatais capazes de supervisionar o conteúdo exibido nas propagandas é de extrema importância para auxiliar no desenvolvimento correto dos princípios éticos e ideológicos das crianças.

Mães, pais, não deixem seus filhos se tornarem dependentes do sistema consumista, estejam atentos ao que eles assistem na televisão, ao conteúdo que eles acessam no computador e ao que eles observam nas redes sociais. Certos anúncios aproveitam da ausência de adultos e exibem conteúdos não recomendados para crianças, o que, mesmo sendo imoral e antiético, acabam por não serem penalizados pelo fato de não terem uma supervisão adequada e podem provocar os mais diversos problemas, tais como a erotização precoce e o estímulo à violência.

Fotos retiradas da internet

Anúncios

6 comentários sobre “Publicidade infantil

  1. “(…) as propagandas publicitárias com foco na audiência infantil revelam a estrutura problemática do sistema capitalista, o qual suscita nos cidadãos uma falsa necessidade de marcas e produtos e, desde cedo, ensina as crianças a serem tanto consumistas quanto superficiais.”
    Perfeito!
    O sistema cega, persuade, e aliena… E as maires vítimas são os mais ingênuos.

    Curtido por 1 pessoa

  2. De fato o consumo desenfreado é a proposta nos comerciais em sua quase totalidade. Basta se ver nos supermercados a arrumação das gôndolas… em paralelo, pais que não podem estar presentes 100% nas escolhas de seus filhos, pais que precisam se ausentar em grande parte da vida de seus filhos.. Os governantes precisam ter discernimento e pulso para frear aquilo que é nocivo à sociedade. Mas fico pensando.. num país onde há toda uma estratégia para quebrar o conjunto de valores que ainda restam a poucos… dificilmente esse apelo da mídia publicitária será suplantado em favor de nossas crianças.
    Parabéns pela postagem. Muito interessante!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Exatamente, temos que tomar cuidado para não formar futuros consumistas incontroláveis, a criança precisa aprender a pensar se aquilo realmente será útil para ela ou não, mas hoje em dia está cada vez mais difícil receber esse tipo de aprendizado… Muito obrigada pelo comentário, abraços!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s